Visualizar

quarta-feira, 15 de abril de 2009

SENADORES DO RN

SENADORES IMPERIAIS
(Vitalícios, Constituição do Império, art. 40)
Afonso de Albuquerque Maranhão. Proprietário. Escolhido por carta imperial de 22 de janeiro de 1826. Posse a 22 de agosto. Nasceu no final do século XVIII e faleceu em 10 de julho de 1836 no Rio de Janeiro. Era agropecuarista. Na vida política foi Deputado às Cortes de Lisboa e Presidente de uma junta Governista em Pernambuco no ano de 1822. Cumpriu mandatos de Senador da República no período de 22 de agosto de 1826 a 10 de julho de 1836.
Francisco de Brito Guerra. Padre. Escolhido a 10 de junho de 1837. Posse a 12 de junho.
Paulo José de melo Azevedo e Brito. Veredor da Casa Imperial. Escolhido a 15 de setembro s 1845. Posse a 5 de maio de 1846. Faleceu a 25 d setembro de 1848
Dom Manuel de Assis Mascarenhas. Magistrado. Escolhido a 12 de junho de 1850. Posse a 17 de junho de 1850
Francisco de Sales Tôrres (Visconde de Inhomerim). Escolhido a 27 de abril de 1870. Posse a 20 de junho.
Diogo Velho Cavalcanti de Albuquerque. Escolhido a 4 de janeiro de 1877. Posse a 6 de março de1877.
Natural de Pilar, Estado da Paraíba, nascido a 9 de novembro de 1829 e faleceu em Juiz de Fora, Minas Gerais, no dia 13 de novembro de 1899. Filho de Diogo Velho Cavalcanti Albuquerque e de Ângela Sophia Cavalcanti Pessoa. Casou-se com Amélia Machado Coelho de Castro. Foi advogado, agropecuarista e funcionário público. Como Parlamentar ficou conhecido como Diogo Velho. Na vida política cumpriu os mandatos nos períodos a seguir mencionados. MANDATOS: Deputado Geral – Paraíba, de 1857 a 1860; Presidente da Província do Piauí, de 1859 a 1860; Deputado Geral da Paraíba, de 1861 a 1863; Presidente da Província do Ceará, de 1868 a 1863; Deputado Federal da Paraíba, de 1869 a 1872; Presidente da província de Pernambuco, de 1870 a 1871; Deputado Geral da Paraíba, de 1872 a 1874; Deputado Geral da Paraíba, de 1875 a 1875; e Senador pela Província do Rio Grande do Norte, no período de 1877 a 1889. Diogo Velho foi ainda Diretor da Instrução da Paraíba, Ministro da Agricultura, Ministro da Justiça, Ministro dos Estrangeiros e Diplomata Conselheiro de Estado. Fez o Curso Secundário em Pilar-PB e o Curso Superior de Direito em Olinda-PE.
SENADORES FEDERAIS
A REPRESENTAÇÃO eleita a 15 de setembro de 1890. Reuniu-se a 15 de novembro de 1890 para o Congresso Constituinte Republicano. Depois de promulgada a Constituição de 24 de fevereiro de 1891. Eleito presidente e vice-presidente da República, o Congressp separou-se e formou-se as duas casas legislativas, independentes de eleição distinta.
Senado e Câmara dos Deputados funcionaram a partir de 15 de junho de 1891 em obediência com o § 4º do artigo 1º das disposições transitórias da Constituição da REPÚBLICA.
Rezeva o parágrafo 6º do artigo 1º das Disposições Transitórias:
§ 5º “No primeiro ano da primira legislatura, logo nos trabalhos preparatórios, discriminará o Senado o primeiro e segundo terços de seus membros, cujo mandato há de cessar no termo do primeiro e do segundo triênios.
§ 6º ‘Essea discriminação efetuar-se à em três listas, correspondentes aos três terços, graduando-se os Senadores de cada Estado e dos Distrito Federal pela ordem de sua votação respectiva.
Para o Congresso Constituinte o Rio Grande do Norte elegeu:
1 – José Bernardo de Medeiros
2 – Tnent Coronel José Pdro de Oliveira Galvão
3 – Dr. Amaro Cavalcanti

AMARO CARNEIRO BEZERRA CAVALCANTE, natural do Recife a 15 de janeiro de 1825 e falecido no Rio de Janeiro no dia 25 de novembro de 1890. Bacharelou-se em Olinda em 1847. Adoecendo, veio para o Rio Grande do Norte como Promotor Público da Maioridade, atual cidade de MARTINS, EM 1848. Em 1849 já estava sendo falado como aliado ostensivo do Juiz de Direito dr. João Valentino Dantas Pinagé, ex-presidente em exercício, temperamento exaltado e generoso, grande gritador malcriado, pronto a dar a camisa a quem agredira. Pinajé era conservador, nortista puro chefiado na forma do costume uma dissidência saquerema. Amaro Bezerra fez a velada das armas com Pinajé. Estava em boas mãos.
Em 1850 era Juiz Municipal e deu motivo a comentários em toda Província. A situação era do Partido Conservador com o visconde de Macaé no poder desde 1848. Para o Rio Grande do Norte o Governo nomeou o dr. José Pereira de Araújo Neves, carta imperial de 2 de novembro de 1849, e o novo presidente assumira a 2 de dezembro de 1850, quase subitamente. Não tivera tempo de colocar nos postos os corregionários e demitir os adversários. Com a morte do Presidente Neves assumiu o Vice-Presidente João Carlos Wanderley, chefe do Partido Liberal, intransigente. Assim, num governo conservador, governaria um liberal por fora da lei. Neves se descordara de fazer nomear os vice presidentes do seu partido.
Para se ter uma idéia de Amaro Bezerra, em plena fase conservadora, basta ler o ofício que endereçou a João Carlos, vice-presidente em exercício na vaga do presidente Araújo Neves. Reposta de conservador para liberal, de um Juiz Municipal para o Presidente da Província.
Na discriminação do Senado o primeiro ficou com os nove anos, o segundo com seis e o terceiro com três.
O Senado foi dissolvido pelo marechal Deodoro da Fonseca no golpe de Estado de 3 de novembro de 1891 e só voltou a funcionar no dia 24 de novembro de 1891, na vitória da reação chefiada pelo marechal Floriano Peixoto.
SEGUNDA LEGISLATURA – 1894/96
1 – Dr. Almino Alvares Afonso. Eleito na renovação do terço. Nove anos.
2 – José Bernardo de Medeiros. Seis anos.
3 – Tenente-coronel José Pedro de Oliveira Galvão. Três anos

TERCEIRA LEGISLATURA – 1897 – 99
1 – Dr. Pedro Velho de Albuquerque Maranhão. Eleito na renovação do terço.Nove anos.
2 – Dr. ALMINO Afonso. Seis anos.
3 – José BERNARDO DE Medeiros. Três anos.
OBS> O Senador Almino Afonso faleceu em 13 de fevereiro de 1899. Foi eleito para sua vaga Francisco Gomes da Rocha Fagundes, que se empossou em 20 de abril de 1900.

QUARTA LEGISLATURA – 1900/1902
1 – José Bernardo de Medeiros. Eleito na renovação do terço. Nove anos.
2 – Dr. Pedro Velho. Seis anos.
3 – Francisco Gomes da Rocha Fagundes. Três anos
O senador Rocha Fagundes renunicou o mandato a 10 de julho de 19000. O Dr. Joaquim Ferreira Chaves Filho foi eleito em 25 de agosto para substituí-lo, tomando posse a 4 de outubro de 1900

QUINTA LEGISLATURA – 1903 - 1905
1 – Dr. Bernardo de Medeiros – Sis anos
2 – Dr. Pedro velho – Três anos
SEXTA LEGISLATURA – 1906 – 1908
1 – Dr. Pedro Velho – Eleito na renovação do terço. Noves anos
2 – Dr. Joaquim Ferreira – Seis anos
3 – José Bernanrdo de Medeiros – Três anos

Os Senadores José Bernardo e o Dr. Pedro Velho faleceram durante o ano de 1907. A 15 de janeiro e 9 de dezembro respectivamente. A José Bernardo substituiu em 25 de junho de 1907 o Dr. Francisco de Sales Meira e Sá; Ao Dr. Pedro Velho o Dr. Antonio José de Melo e Souza, a 1º de setembro de 1908

JOSÉ AUGUSTO MEIRA DANTAS, natural de Ceará Mirim, nascido a 11 de dezembro de 1873 e faleceu no dia 21 de 1964 . Nasceu à margem do rio Ceará Mirim , no Engenho Diamante, propriedade de CANAVIAIS e que há mais de duzentos anos pertencia à sua família. Descendia de duas grandes famílias rurais nordestinas: os MEIRA DE VASCONCELOS, da Paraíba , pelo lado paterno; e os Ribeiro Dantas, do RN , pelo lado materno. Seu pai, OLINTO JOSÉ MEIRA DE VASCONCELOS formara-se na FACULDADE DE DIREITO DE OLINDA-PE, TURMA DE 1851, sendo logo nomeado promotor público do município de SOUSA , no alto sertão da Paraíba. Ali contraiu matrimônio na família Correia de Sá, indo residir na propriedade Acuã. Do primeiro matrimônio de Olinto José Meira nasceu FRANCISCO DE SALES MEIRA E SÁ, juiz, desembargador, senador pelo Rio Grande do Norte. Exerceu a promotoria pública na cidade da Paraíba, antiga capital do Estado. Perdendo a esposa, transferiu-se para o RIO GRANDE DO NORTE, onde ocupou a chefia de polícia do PARÁ e o Governo dessa mesma província, no ano de 1861, e a presidência do Rio Grande do Norte nos anos de 1863 A 1866 . Os Meiras de Vasconcelos da Paraíba exerceram forte influência em seu estado e em todo o Norte.
Augusto Meira acompanhara todas as mudanças, todas as transformações políticas, sociais, filosóficas e morais de sua época. Sua palavra ainda se fazia ler e ouvir através dos jornais ou das tribunas. Os estudos primários e secundários, Augusto Meira os realizou com seu próprio pai. Realizou o curso jurídico na FACULDADE DE DIREITO DE RECIFE, diplomando-se em 1899 .Exerceu o cargo de delegado de polícia no RIO DE JANEIRO . Foi promotor público na cidade de Santarém-PA.

SÉTIMA LEGISLATURA – 1909 – 1911
1 – Dr. Francisco de SALES Meira e Sá – Eleito na renovação do terço – Nove anos.
2 – Dr. Antonio José de Melo e Souza – Seis anos
3 – Dr. Joaquim Ferreira Chaves Filho – Três anos.

OITAVA LEGISLATURA – 1912 – 1914
1 – Dr. Joaquim Ferreira – Eleito na renovação do terço – Nove anos
2 – Dr. Augusto Tavares de Lira – Seis anos

JOÃO DE LIRA TAVARES (GOIANIA-PE - 23/11/1871 - 30/12/1930 ), com base política no estado do RIO GRANDE DO NORTE. Nasceu em PERNAMBUCO e estabeleceu-se no Rio Grande do Norte e cursou o secundário no Ginásio Rio-Grandense, trabalhando depois como contador, comerciante, professor e jornalista. Tornou-se promotor público e entrou para a política, sendo eleito deputado estadual em 1907. Foi SENADORpelo Rio Grande do Norte de 1915 a 1930, ano em que faleceu.
3 – Dr. Antonio José de Melo e Souza – 3 anos
Deram-se . durante a oitava Legislatura, duas vagas. O Senador Joaquim Ferreira, eleito Governador do Estado,. Assumiu a 1º de janeiro de 1914. A 1] de março era eleito o Dr. Eçoi Castriciano de Souza para substituí-lo no Senado
O Senador Tavares de Lira deixou a cadeira por ter sido nomeado a 15 de novembro de 1914 Ministro da Viação e Obras Públicas. Preencheram a vaga na eleição de 1915.
NONA LEGILATURA – 1915 – 1917
1 – Dr. Antonio José de Melo – Eleito na renovação do terço – 9 anos
2 – Dr. Eloi de Souza – 6 anos
3 – João Lira Tavares – 3 anos
DÉCIMA LEGISLATURA – 1918 – 1920
1 – João de Lira – Eleito na renovação do terço – 9 anos
2 – Dr. Antonio José de Melo – 6 anos
3 – Dr; Eloi de Souza – 3 anos
O Senador Antônio José de Melo a 1º de janeiro de 1920 assumiu o cargo de Governador do Estado. Eleito a 24 de abril fr 1920 o Dr. Joaquim Ferreira para sua vaga
O Senador Ferreira Chaves renunciou a senatoria por ter sido nomeado Ministro da Marinha a 21 de 1920
DÉCIMA PRIMEIRA LEGISLATURA – 1921 – 1923
1 – João de Lira – Seis anos
2 – Tobias do Rego Monteiro – 3 anos
O senador Tobias renunciou a 21 de janeiro de 1923. Foi eleito a 4 de março de 1923 o Dr. Joaquim Ferreira
DÉCIMA SEGUNDA LEGISLATURA
1 – Dr. Joaquim Ferreira – Eleito na renovação do terço – 9 anos
2 – Eloi de Souza – 6 anos
3 – João de Lira- 3 anos
O Senador Eloi de Souza renunciou ao mandato em 28 de janeiro de 1927
DÉCIMA QUARTA LEGISLATURA – 1930 – 1932
1 – Dr. José Augusto Bezerra de Medeiros. Eleito na renovação do terço – 9 anos
2 – João de Lira – 6 anos
3 – Dr.Joaquim Ferreira
A 14ª Legislatura foi interrompida pela dissolução do Senado e Câmara dos Deputados em virtude do movimento revolucionário de 3 de outubro de 1930, depondo o presidente Washington Luís Pereira de Souza no dia 24 de outubro de 1930. O Dr. Washington Luiz deixava a presidência da República 22 dias depois.
A Constituição Federal de 16 de julho de 1934 compunha o Senado da República com dois senadores de cada Estado, eleitos por oito anos (artigo 89). “E estatuía (art. 7º das Disposições Transitórias”); - “O mandato do representante menos votado do Distrito Federal e de cada Estado no Senado FederaL TERMINARÁ COM A PRIMEIRA LEGISLATURA. Em caso de votação igual, o órgão eleitor escolherá por sorteio, aquele cujo mandato terminará com a primeira legislatura
Estado Novo é como ficou conhecido o período da história republicana brasileira que vai de 1937 a 1945 , quando foi Presidente do Brasil GETÚLIO VARGAS .
Em 1937 , quando se aguardavam as eleições presidenciais marcadas para janeiro de 1938, a serem disputadas por JOSÉ AMÉRICO DE ALMEIA e ARMANDO DE SALES OLIVEIRA, ambos apoiadores da revolução de 1930, foi denunciada, pelo governo, a existência de um suposto plano comunista para tomada do poder.
Este plano ficou conhecido como PLANO COHEN , e depois se descobriu ter sido forjado por um adepto do INTEGRALISMO , o capitão OLIMPIO MOURÃO FILHO , o mesmo que daria início à REVOLUÇÃO DE 1964.
Getúlio Vargas determinou o fechamento do CONGRESSO NACIONAL e extinção dos partidos políticos. Ele outorgou uma nova CONSTITUIÇÃO , que lhe conferia o controle total do PODER EXECUTIVO e lhe permitia nomear interventores nos estados, aos quais Getúlio deu ampla autonomia na tomada de decisões, e previa um novo LEGISLATIVO, porém nunca se realizaram eleições no Estado Novo.
Com o início da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL , em setembro de 1939, Getúlio Vargas manteve um posicionamento neutro até 1941.
No início de 1942 , durante a conferência dos países sul-americanos no Rio de Janeiro, estes países, a contragosto de Getúlio, decidiram condenar os ataques japoneses aos ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA em 07/12/1941, e romper relações diplomáticas com a os países do Eixo ALEMANHA e ITÁLIA e o JAPÃO .
Os PRACINHAS DA FEB , que perfazia um total de 25 mil homens, foram enviados, a partir de julho de 1944 , para combater na Itália. Dessas tropas enviadas à Itália, 450 homens morreram em combate e foram enterrados no Cemiterio de Pistóia, na Itália. Em 8 DE MAIO de 1945, a guerra acabou na EUROPA .
Getúlio Vargas foi deposto em 29 DE OUTUBRO de 1945, por um movimento militar liderado por generais que compunham seu próprio ministério, renunciando formalmente ao cargo de presidente.
O pretexto para o golpe foi a nomeação de um irmão de Getúlio, BENJAMIM VARGAS , o Bejo, para chefe da POLÍCIA do Rio de Janeiro.
Getúlio foi substituído pelo presidente do STF , porque na Constituição de 1937 não existia a figura do vice-presidente. E este presidente interino, JOSÉ LINHARE, ficou três meses no cargo até passar o poder ao presidente eleito em 2 de dezembro de 1945, EURICO GASPAR DUTRA . Dutra tomou posse na presidência em 31 de janeio de 1946.
Getúlio foi afastado do poder sem sofrer nenhuma punição, nem mesmo o exílio como o que impusera ao presidente WHAHINGTON LUÍS ao depô-lo. Getúlio não teve os DIREITOS POLÍTICOScassados e não respondeu a qualquer processo judicial. Getúlio Vargas retirou-se para sua estância em SÃO BORJAS , no Rio Grande do Sul.
A Assembléia Constituinte do Rio Grande do Norte elegeu na Sessão de 30 de outubro de 1935 os senadores:
1 – Eloi de Souza – 1935/42
2 – Joaquim Inácio de Carvalho Filho – 1935 – 1937
O Senado Federal foi dessolvido a 10 de novembro de 1937
Nas eleições gerais de 2 de dezembro sw 1945 foram eleitos senadores:
1 – Georgino Avelino – 1946/54
2 – José Ferreira de Souza – 1946/1954
A Constituição Federal promulgada em 18 de setembro de 1946 restabeleceu o número de três senadores, art. 60 § 1º, com o mandato de oito anos (§ 2º). A representação renovada de quatro em quatro anos, alternadamente, por um e por dois terços (§ 3º).
O § 1º, do art. 2] do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias” declarou: - Os mandatos dos atuais deputados e os dos senadores federais que forem eleitos para completar o número de que trata o § 1º do artigo 60 da Constituição Federal coincidirão com o do Presidente da República. § 1º - Os mandatos dos demais senadores terminarão a 31 de janeiro sw 1955.
Foi eleito a 19 de janeiro de 1947 o terceiro senador
- JOÃO SEVERIANO DA CÂMARA
O Senador João Câmara faleceu em Natal a 12 de dezembro de 1948. Assumiu o suplente – KERGINALDO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE, natural de Natal, nascido a 11 de janeiro de 1895 e faleceu em sua terra natal, a 24 de setembro de 1984)..
Terminado o Mandato a 31 de janeiro de 1950. Foi eleito a 3 de outubro de 1950 na renovação, oito anos – 1950 – 1958
1950
1 – Kerginaldo Cavalcanti de Albuquerque, natural de Natal, nascido a 11 de janeiro de 1895 e faleceu no Rio de Janeiro, a 24 de setembro de 1984, filho de Pedro Cavalcanti de Albuquerque e de Eulália Cavalcanti Albuquerque. Empresário, funcionário público, advogado e jornalista. Deputado estadual, em 1918/20; deputado federal (1948/51. Como suplente de João Severiano Câmara, assumiu a cadeira no Senado tendo em vista o falecimento do titular, ocorrida em 12 de dezembro de 1948. Nas eleições majoritárias de 1950, ele foi eleito senador
03/10/1954
1 - DINARTE MARIZ
SUPLENTE - Em 12 de maio de 1956, Dinarte foi obrigado a renunciar o cargo de senador, tendo em vista que vinha assumindo dois mandatos, o de governador e senador tendo. Em 14 de maio o suplente Kerginaldo Bezerra Marinho tomou posse no cargo, permaneceu no Senado Federal até 1963.
2 – GERORGINO AVELINO
1º SUPLENTE – Sérgio Bezerra Marinho, que assumiu a vaga deixada pelo titular, tendo em vista o falecimento do Senador Georgino Avwlino em 2 de abril de 1959
1958
- JERÔNIMO DIX-HUIT ROSADO MAIA
EM 1962
MONSENHOR WALFREDO GURGEL
Monsenhor Walfredo foi eleito governador em 1966 e o 1º suplente Manoel Cordeiro Vilar, natural de São João-RN, nascido a 11 de outubro de 1913, e faleceu em 1 de dezembro de 1971. Filho de Luiz de França Cordeiro e de Josefa Cordeiro Villaça,assumiu o restante do mandato, até 1971
1º SUPLENTE – Manoel Cordeiro Vilaça (São João-RN, 01/10/1913 – Natal, 01/12/1971)
15/11/1966
- Dr. FRANCISCO Duarte Filho
Com a morte do titular em 1971, assume o primeiro suplente Luiz de Gonzaga Barros
15/11/1970
1 – Jessé Pinto Freire
2 – Dinarte Mariz

15/11/1974
- AGENOR NUNES DE MARIA, natural de São Vicente-RN, nascido a 28 de setembro se 1927 e faleceu no dia 14 de junho de 1997. Filho de Antônio Inácio de Maria e de Júlia Nunes de Maria. Foi vereador em sua terra natal no período de 1956 a l958.Em 5 de janeiro de 1958 elegeu-se vereador em Natal. Em 7 de outubro de 1962 elegeu-se deputado estadual. Em 15 de novembro de 1966 foi eleito suplente de deputado federal, assumiu o cargo em 1968. Em 15 de novembro de 1974 aconteceu a maior surpresa na política do Estado do Rio Grande do Norte, Agenor Maria, considerado um matuto, candidatou-se para disputar a única vaga de Senador, na chamada renovação, enfrentando o famoso Djalma Aranha. Ninguém esperava sua vitória e no final das contagens dos votos, ele foi eleito Senador. Certa vez Agenor falou em seu discurso que acreditava que o Senado fosse um verdadeiro paraíso, achando ele que aquela casa do povo fosse melhor do que o paraíso. Cumpriu o mandato de senador até 1983. Casou-se em 22 de setembro de 1951 com a senhorita Maria Araújo de Maria.
ELEITO EM 15/11/1978
POSSE EM 01/02/1979
1 – Jessé Freire Filho
O TITULAR FALECEU NO DIA 13 DE OUTUBRO DE 1980. Em 14 de outubro o primeiro suplente José de Souza Martins filho assume a vaga

2 – Dinarte Mariz
O primeiro suplente Moacir Torres Duarte exerceu o mandato de 1982 a 1987
Moacir Torres Duarte – 1982 a 1987
15/11/82
Carlos Alberto de Sousa
15/11/1986
1 – José Agripino Maia
2 – Lavoisiser Maia Sobrinho
04/10/1990
- GARIBALDI ALVES
Em dezembro de 1994, o primeiro suplente Fernando Luiz Gonçalves Bezerra, assumiu o mandato de Senador, em virtude do titular, Garibaldi Alves, ter sido eleito Governador do Rio Grande do Norte
03/10/1994
1- Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo
2 – José Agripino Maia
José Agripino Maia foi eleito governador em 1990, o primeiro suplente, Dário Pereira assumiu o cargo em 14 de março de 1991, em virtude da eleição do titular José Agripino.
Dário Pereira, natural de Parelhas-rn, nascido a 10 de junho de 1936, filho de Severino da Silva Santos e de Joana Jacinto da Silva. Filho de um pobre agricultor, foi criado pelo tio Luciano Florêncio, ex-prefeito de Parelhas. Era casado com Evelibe Mariua PASES Barreto de Macedo.
RESULTADO
252 – José Agripino Maia – 1.839.
225 – Raimundo Nonato Pessoa Fernandes
452 – Geraldo José da Câmara Ferreira de melo
453 – Francisco Urbano Araújo Filho
132 – Jorge Augusto de Castro
133 – Floriano Bezerra de Araújo
402 – Salomão Paiva de Oliveira
04/10/1998
- FERNANDO BEZERRA – 539 votos
1ºSUPLENTE – Agnelo Alves, que assumiu em 1999/2000
- CARLOS ALBERTO DE SOUZA – 353.414
- HUGO MANSO – 122.857
SÕNIA CORDEIRO – 14.633
2º Suplente – JERÔNIMO TASSO DE GÓIS ROSADO, assumiu uma cadeira no Senado Federal em 1º de janeiro de 2001
2002
1 – JOSÉ AGRIPINO MAIA
2 – GARIBALDI ALVES FILHO
ELEITA EM 06/10/2006 – POSSE EM 26/02/2007
PRIMEIRA SENADORA POTIGUAR
- ROSALBA CIARLINE ROSADO
A mulher mossoroense vem mostrando sua verdadeira força na política estadual, começando por Celina Guimarães, a primeira eleitora da América do Sul, em 1927, passando pela primeira deputada federal, em 15 de novembro de 1986, com Vilma de Faria, continuando com a primeira Governadora, Vilma de Faria, em 3 de outubro de 2002 e completando com a primeira senadora, Rosalba Ciarline Rosado, eleita a 6 de outubro de 2006 e tomou posse em 26 de fevereiro de 2007.
Suplente – Garibaldi Alves
Até a presente data apenas dois potiguares exercera o cargo de presidente do Senado Federal, o primeiro foi João Café Filho, em 1954, não como Senador e sim, como vice-presidente da República, tendo em vista que naquela época o vice, além de ser votado, automaticamente exercia a presidência do Legislativo. Na esfera federal, o vice-presidente da República assumiu o Senado Federal. Na esfera estadual, o vice-governador assumiua presidência da Assembléia LEGISLATIVA; e na área municipal, o vice-prefeito assumia a presidência da Câmara Municipal. O segundo foi o senador Garibaldi Alves, eleito em 2007.


Quem sou eu

Minha foto
É o blog da cultura, política, economia, história e de muitas curiosidades regionais, nacionais e mundiais. Pesquisamos, selecionamos, organizamos e mostramos para você, fique atenado no Oeste News, aqui é cultura! SÃO 118 LINKS: SEU MUNICÍPIO - histórico dos 167 municípios potiguares; CONHECENDO O OESTE, MOSSORÓ, APODI - tudo sobre o município de Apodi, com fatos inéditos; MOSSORÓ - conheça a história de minha querida e amada cidade de Mossoró; SOU MOSSOROENSE DE NASCIMENTO e APODIENSE DE CORAÇÃO; JOTAEMESHON WHAKYSHON - curiosidades e assuntos diversos; JULLYETTH BEZERRA - FATOS SOCIAIS, contendo os aniversariantes do mês;JOTA JÚNIOR,contendo todos os governadores do Estado do Rio Grande do Norte, desde 1597 a 2009; CULTURA, POLICIAIS MILITARES, PM-RN, TÚNEL DO TEMPO, REGISTRO E ACONTECIMENTO - principais notícias do mês; MILITARISMO. OUTROS ASSUNTOS, COMO: BIOGRAFIA, ESPORTE, GENEALOGIA, CURIOSIDADES VOCÊ INTERNAUTA ENCONTRARÁ NO BLOG "WEST NEWS", SITE - JOTAMARIA.BLOGSPOT.COM OESTE NEWS - fundado a XXVII - II - MMIX - OESTENEWS.BLOGSPOT.COM - aqui você encontrará tudo (quase) referente a nossa querida e amada terra potiguar. CONFIRA...

Minha lista de blogs